Passeio pela Vila industrial Maria Zélia

Em Setembro fui conhecer a Vila industrial Maria Zélia, um passeio organizado pelo Centro Cultural da Juventude (CCJ). Logo que chegamos na vila, fomos recepcionados por um farto café da manhã no armazém. Durante o café, Seu Dedé, um morador antigo e que conhece muito bem a história da vila, contou um pouco pra gente num relato emocionante.

A vila foi inaugurada em 1917 e começou a ser construída em 1912 pelo médico e industrial Jorge Street, para abrigar os 2500 funcionários que trabalhavam na fábrica de tecelagem Cia Nacional de Tecidos da Juta. O nome da vila é em homenagem a jovem Maria Zélia Street, filha de Jorge Street, falecida quando a vila ainda estava sendo construída.

DSC_0012DSC_00102014-09-28 12.01.35

Depois do café fomos conhecer a vila. Quando construída, funcionava uma capela, dois armazéns, duas escolas (meninos e meninas separado), um coreto, praça, campo de prática esportiva, salão de festas e ainda ambulatórios e consultórios médicos. Hoje, é difícil conseguir restaurar esses locais e muitos estão em ruínas.

Continuar lendo